Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008

Ainda sobre a teoria do design...

As disciplinas teóricas que têm como objecto de estudo a actividade humana e que utilizam conhecimentos daquilo a que estamos habituados a designar por ciências humanas, como a psicologia ou a antropologia, mas que também utilizam conhecimentos, das ciências cujos métodos conduzem a leis, formuláveis de maneira concisa, as quais se repetem invariavelmente, na relação dos fenómenos entre si, como a física. Que combinam conhecimentos matemáticos, com outras áreas como a ergonomia, ou as ciências da terra, ou até com as artes, a escultura, a pintura, o cinema, o teatro... etc. Não deixam de ser consideradas científicas por não conduzirem a leis e fórmulas imutáveis. Por serem muitas vezes hesitantes na abordagem dos problemas que pretendem resolver, variadas nos métodos; tentando estabelecer com rigor e objectividade aproximações e correlações, entre o que é vário e mutável como o espírito humano, para combinar relações, por vezes ainda vagas e dispersas, não deixam de produzir resultados, muitas das vezes imprevistos que normalmente se enquadram naquilo que se designa por inovação e criatividade. É assim a teoria do design.

publicado por soloquente às 00:03
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre...

.pesquisar

 

.Fevereiro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29


.posts recentes

. Ecossistema

. SIGNO

. O signo linguístico

. Ainda sobre a teoria do d...

.arquivos

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds